Você está aqui: Página Inicial > A PARAÍBA > Regiões

Regiões

por admin publicado 26/09/2014 11h09, última modificação 22/09/2015 12h45

Dados Geográficos

Área
56.439,8 km²
População 3.595.886 hab. IBGE/2005
Densidade 61,03 hab./km²
Clima Tropical

População

População e Domicilios - Censo 2000 - Resultados das Amostras

 

Pessoas residentes 3.444.794 habitantes
Pessoas residentes – 10 anos ou mais de idade 2.750.868 habitantes
Mulheres residentes - 10 anos ou mais de idade 1.430.279 habitantes
Homens residentes - 10 anos ou mais de idade 1.320.589 habitantes

Fonte: IBGE

Temperatura

Situado próximo a linha do Equador, o Estado da Paraíba possui um clima quente, caracterizado, predominantemente, por altas temperaturas e escassas chuvas. As temperaturas médias anuais variam em torno de 22o C e 28o C e, os índices pluviométricos estão entre os mais baixos do país, chegando a ser inferiores a 800mm por ano.

Dados seus aspectos climáticos, o clima da Paraíba varia de acordo a cada região do Estado. No litoral, a paisagem vegetal varia entre a dominância de manguezais e coqueirais. Nas regiões onde a umidade tende a ser retida pelas serras, há ocorrência de uma pequena área de floresta tropical.

 

Composição do PIB

Produto Interno Bruto 2004

Valor adicionado na agropecuária 
1.451.081 Mil reais
Valor adicionado na indústria 4.617.843 Mil reais
Valor adicionado no serviço 7.877.981 Mil reais
APU 4.534.770 Mil reais
Dummy -360.014 Mil reais
Impostos 1.276.164 Mil reais
PIB 14.863.056 Mil reais
População - 2004 3.568.350 Habitantes
PIB per capita 4.165 Reais

Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Contas Nacionais


Setores Econômicos

No contexto da economia do Brasil e do Nordeste, o Estado da Paraíba agrega um conjunto de fatores e excelentes condições que favorecem as decisões de investimento. Segmentos produtivos instalados e em processo de consolidação:

CALÇADOS

O segmento de calçados e afins é um dos grandes exemplos de investimento no Estado da Paraíba. Cidades como Campina Grande, João Pessoa e Patos, abrigam centenas de médias e pequenas empresas que produzem, com qualidade, produtos que ampliam seu mercado e as fronteiras paraibanas.

O Estado também conta com a instalação de grandes empresas do gênero tais como: São Paulo Alpargatas, Cambuci S/A e, Calçados Camello S/A que, juntas, oferecem ao mercado uma grande quantidade de produtos, todos com qualidade padronizada, exigida tanto no mercado nacional quanto no internacional.

TEXTIL

A produção têxtil ocupa um lugar de destaque dentro do Estado e do Brasil.

Nos distritos insdustriais de João Pessoa e Campina Grande, podemos encontrar empresas de porte, estaduiais e nacionais.
Entre as principais empresas paraibanas, destacamos: Matesa S/A, Ficamp S/A e Brastex S/A, entre outras, que produzem linhas e tecidos sintéticos e de algodão.
Das empresas nacionais, destacamos o Grupo Coterminas, o maior conglomerado de empresas do ramo têxtil na América do Sul e, Norfil S/A, referencia na produção de linhas.


RECURSOS MINERAIS

O solo paraibano é rico e diversificado. Entre as empresas aqui instaladas destacam-se as de cerâmica e revestimento, louças sanitárias e cimento – a Paraíba possui uma das maiores industrias de cimento do Brasil.

A Paraíba é o segundo Estado do Nordeste em relação a produção de pedras ornamentais brutas, sendo ultrapassado apenas pela Bahia.


CAPRINOVINOCULTURA

Fazendo parte da cadeia alimentar do paraibano, o caprino também oferece uma enorme variedade de produtos, tais como: couro, leite e derivados, pele, esterco,lã, etc.

A caprinovinocultura se estende por toda a região semiárida do Estado, expandindo seu mercado e suas possibilidades de criação.

Para apoiar tal segmento, há montada uma infra-estrutura de ciência e tecnologia em estações experimentais, onde são realizados projetos de pesquisa de produção, melhoria na reprodução e saúde dos caprinos.

Encontramos no Estado a criação das seguintes raças:

1. Caprinos: Bôer, Anglo Pubiana, Savanna e Alpina Britânica.
2. Ovinos: Dorper, Dâmara e Santa Inês.


CANA DE AÇÚCAR

A produção de cana de açúcar e aguardente de qualidade está entre as principais alternativas econômicas da Paraíba.

Concentrando-se na Zona da Mata, a produção de açúcar e álcool é intensa, estando presente em algumas áreas do Agreste, Brejo e Sertão – são encontradas mais de 120 micro-empresas de produção de rapadura e cana de açúcar.


ALGODÃO COLORIDO

A Paraíba tem o privilégio de poder cultivar o algodão que já nasce naturalmente colorido, sem qualquer alteração genética, nas cores marrom, verde, creme e, ainda em fase de plantio, vermelha.

Naturalmente colorido e ecológico, o algodão dispensa tinturas e corantes, sem causar prejuízo algum a natureza com qualquer tipo de resíduo.


AQUICULTURA

A aqüicultura uma outra possibilidade de investimento rentável no Estado, possuindo total apoio e incentivo do Governo.

Para o cultivo de algas, camarões e tilápias (peixes), os investidores encontram, no Estado da Paraíba, ótimas condições climáticas, tecnológicas e estruturais para o investimento.


ARTESANATO

O programa de artesanato da Paraíba “A Paraíba em suas mãos” desenvolvido pelo Governo é uma experiência inovadora no que tange a gestão de atividades manuais e sociais.

O programa tem por objetivo inserir o artesanato paraibano no contexto da cadeia produtiva e econômica do Estado e do Brasil. Destaque para trabalhos com os seguintes materiais:


1. Barro
2. Madeira
3. Fibra
4. Linhas (costuras)
5. Pedras e Metais
6. Couro
7. Material Reciclado

Principais Cidades

João Pessoaa capital, destaque do Brasil em cidade verde, situa-se no extremo-oriental das Américas e concentra as principais indústrias e serviços. Seu Distrito Industrial tem 616 ha, está localizado a 6km do centro da cidade e dispõe de toda a infra-estrutura necessária.

Campina Grande 
destaca-se como o maior pólo industrial e tecnológico do Estado, sendo referência nacional nas atividades de eletroeletrônica e de informática, despontando como centro de desenvolvimento de software. Localiza-se na Serra da Borborema, a 120km da Capital do Estado, João Pessoa, e tem uma temperatura média de 24°C. Com um parque industrial bem desenvolvido, contava em 1992 com 939 indústrias instaladas, sendo 203 de vestuários e calçados, 153 de produtos alimentares, 92 mecânicas e 54 de construção. Sedia o Centro Nacional do Algodão, o Centro Tecnológico de Couro e Calçados e a produção de software com exportação para o exterior. É destaque no segmento coureiro-calçadista, responsável pelo maior volume físico da produção de calçados do Estado.

Patos 
é uma importante cidade do Sertão Paraibano, distante 290 km de João Pessoa. Contribui para o setor industrial, principalmente nos segmentos de produtos alimentares, calçados e minerais não metálicos.

Sousa 
está localizada no extremo-oeste do Estado, a 420 km da Capital. Dispondo das grandes represas de Coremas e Mãe Dágua, construídas há mais de meio século, agora vai utilizar esses milhões de metros cúbicos de água, através de 57 quilômetros de canal em construção no atual Governo, para irrigar um potencial de 10.000 hectares.

 

Distritos

Distritos

Área(ha)

Distância(km)

João Pessoa

Nº de Empreendimentos

João Pessoa

 

 

 

Distrito Industrial de João Pessoa

646,00 ha

6

110

Distrito Industrial de Mangabeira

47,05 ha

8

103

Campina Grande

 

 

 

Distrito Industrial de Campina Grande

173,00 ha

127

65

Distrito Industrial de Ligeiro

204,00 ha

130

12

Distrito Industrial do Velame

21,00 ha

124

28

Distrito Industrial de Caatingueira

22,71 ha

130

24

Pólo Calçadista

6,00 ha

130

 

Santa Rita

 

 

 

Distrito Industrial de Santa Rita

17,00 ha

13

30

Área Industrial de Santa Rita

70,00 ha

13

 

Bayeux

 

 

 

Área Industrial de Bayeux

4,00 ha

9

 

Guarabira

 

 

 

Distrito Industrial de Guarabira I

44,00 ha

99

16

Distrito Industrial de Guarabira II

20,00 ha

99

3

Distrito Mecânico de Guarabira

20,00

99

Queimadas

 

Distrito Industrial de Queimadas

75,38

142

        24

Patos

 

Distrito Industrial de Patos

35,00

302

11

Várzea

 

Distrito de Mineração de Várzea

2,00

273

Sousa

 

Distrito Industrial de Souza

32.50

432

7

Cajazeiras

 

Distrito Industrial de Cajazeiras

21,39

453

13

Conde

 

Distrito Industrial do Conde I

85,52

26

8

Distrito Industrial de Conde II

26

7

Alhandra

 

Distrito Industrial de Alhandra

227,00

26

7

Rio Tinto

 

Distrito Industrial de Rio Tinto

6,00

58

Catolé do Rocha

 

Distrito Industrial de Catolé do Rocha

28,00

433

5

Pedras de Fogo

 

Distrito Industrial de Pedra de Fogo

64.29

46

46

Boa Ventura

 

Distrito Industrial de Boa Ventura

2,00

433

2

Cuitegí

 

Distrito Industrial de Cuitegí

6,00

122